Ramadã - 1ª Semana PDF Imprimir E-mail

1 de Agosto – DIA 1

Realidades Espirituais (1)

Jesus chamou seus seguidores para serem como luz num mundo de trevas. Como outros povos pelo mundo, os Muçulmanos tem que lidar com o mal, realidades invisíveis espirituais que são manifestas de diversas formas religiosamente e culturalmente. Estas realidades espirituais negativas estão influenciando e dominando a civilização islâmica, bem como as civilizações Orientais e Ocidentais em geral (1 João 5:19). Estas forças podem frequentemente ser vencidas por pessoas que fazem as coisas contra a corrente (ou se você preferir, no “espírito oposto”). Jesus nos mostrou seu caminho para fazermos isto através da cruz. Na sua fraqueza, Ele manifestou força. Na cruz, o orgulho do império e da religião tentaram fazer-lhe mal, mas o efeito final foi que Jesus de fato manifestou sua bondade suprema para todos os homens. Deus nos deu um mandamento: “Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem.” (Rm 12:21)

Ao orar por Muçulmanos e convivermos com eles, devemos exibir a vida de Deus. O inimigo tenta nos influenciar como crentes a temermos e suspeitarmos dos Muçulmanos. Se permitirmos que a nossa motivação seja o medo, a auto-preservação e a suspeita, ao invés da fé, esperança e amor, nós não poderemos levar o Evangelho aos Muçulmanos.

Ideias de Oração

Hoje e amanhã, nós pedimos a você que adore ao Senhor. Se aproxime Dele. Resista ao diabo e ele fugirá de nós. Então ore pelos seguintes assuntos em relação a você e os Muçulmanos em sua cidade, região ou país:

- Aonde há orgulho que haja humildade:

Ore: Senhor, arranca toda raiz de orgulho dentro de mim em relação às minhas atitudes para com os Muçulmanos. Liberte os Muçulmanos da minha área do orgulho religioso. Leva-nos todos à humildade diante de Ti” (Provérbios 8:13, 16:18, 29:33).

- Aonde há religiosidade que haja relacionamento:

Ore: “Senhor me ajude a não ser religioso, mas que eu viva e caminhe contigo. Ajude aos muçulmanos em minha área a te conhecer e não simplesmente cumprir certas atividades religiosas” (João 17:3)

- Aonde há legalismo que haja liberdade:

Ore: “Senhor, me ajude a caminhar na liberdade do seu Espírito. Me ajude a ser alguém que traz a verdadeira liberdade do Espírito aos Muçulmanos.” (Mt 7:3-5)

- Aonde há suspeita que haja confiança:

Ore: “Que nós como crentes sejamos pessoas que geram confiança para que os Muçulmanos possam crer e se voltarem ao Messias.” (Atos 16:14)

2 de Agosto de 2011 – DIA 2


Realidades Espirituais (2)

Continue orando nas mesmas linhas de ontem. É importante estabelecer um bom fundamento para os 28 dias restantes.

Ideias para Oração

Lembre-se da sua identidade espiritual. Nós somos filhos de Deus pelo sangue do Messias. Nós servimos aquele que tem toda a autoridade nos céus e na terra. Proclame estas verdades em adoração. Ore pelos seguintes tópicos para si mesmo e pelos Muçulmanos que possam estar em sua cidade, região ou país.

- Onde há amargura que haja brandura:

Ore: “Senhor, tire toda a amargura de minhas atitudes em relação aos Muçulmanos. Ajude os Muçulmanos a lidar com qualquer amargura em seus corações” (Ef. 4:31; Heb. 12:15)

- Onde há medo/intimidação que haja amor:

Ore: “Senhor nos ajude a vencer o medo. Seu amor lança fora todo o medo. Me ajude a viver desta forma.” Os Muçulmanos frequentemente vivem em temor dos outros, temor de espíritos maus e temor da morte. (1João 4:18; 2 Timóteo 1:7)

- Onde houver lascívia que haja pureza:

Nós e todos os Muçulmanos precisamos escapar da corrupção que há no mundo através da lascívia. (2 Pedro 1:4; 1 João 2:16). Os Muçulmanos não são livres da pornografia e da avareza. Sabendo que nós também somos tentados. Ore por si mesmo e por eles.

- Onde há violência que haja paz:

Muitos Muçulmanos não gostam da violência que vêem em alguns aspectos do Islã. Muitos o rejeitam e se negam a viver dessa maneira. Ore por eles para que saibam o caminho da paz. Que Deus nos ajude como crentes a não sermos fontes de violência e de atitudes de ódio contra Muçulmanos. (Mt 5:9; Lucas 1:78 e 10:5-6; Romanos 3:17)


3 de Agosto de 2011 – DIA 3


Orando pelo povo na cidade sagrada na Arábia Saudita

Meca é o centro espiritual do mundo islâmico. Os locais religiosos visitados pelos peregrinos tornam os ensinos e atividades de Maomé mais reais. A cada dia, milhões de muçulmanos se viram em direção a Meca cinco vezes por dia durante suas orações diárias. Milhares de pessoas trabalham em Meca administrando, mantendo e limpando hotéis, transportando comida, trabalhando como guias, vendendo jóias de ouro e souvenirs. Muitos outros trabalham na indústria de transporte, dirigindo ônibus e táxis. A indústria bancária também é importante devido aos milhões de peregrinos que chegam à região e precisam de dinheiro. Todos os tipos de atividades relacionadas à saúde pública (médicos, enfermeiras, inspetores, funcionários nas ambulâncias e lixeiros) estão presentes tentando fornecer saúde e segurança para os milhões de visitantes. O coordenador geral do “30 dias” foi colega na universidade de alguns homens que se tornaram administradores da área da saúde pública da peregrinação. Nos últimos anos, a indústria da construção tem transformado a região ao redor da Grande Mesquita e da Caaba para receberem ainda mais peregrinos.

Pessoas que vêm a cristo em Meca são raras mas se sabe que alguns encontraram o Senhor nesta cidade de 1,7 milhões de pessoas.

Ideias de Oração

- Utilize Apocalipse 4:11 e 5:4-14 para declarar que Jesus é digno de ser adorado pelo povo de Meca (do trabalhador mais simples à princesa da família real saudita).

- Ore por amizades, sonhos, visões, internet, mídia impressa e digital para que multipliquem o evangelho aos muitos trabalhadores listados acima (cite-os por nome).

- Ore para que os novos convertidos sejam bem integrados ás comunidades de crentes.

4 de Agosto de 2011 – DIA 4


Tribos Sauditas

Há cerca de 150 grandes tribos na Arábia Saudita. Neste ano estamos pedindo aos crentes que orem especificamente pela tribo Utaybah. (Também se pronuncia como Utaiba, Otaibah ou Otayba). A tribo Utaybah vive tradicionalmente ao norte da estrada Riad-Meca localizada no deserto entre a capital, Riad e Jedá, no Mar Vermelho. A residência do líder tribal é Afif, uma pequena cidade com 90.000 habitantes, à cerca de 600 Km ao oeste de Riad e Jedá no Mar Vermelho. A tribo Utaybah teve historicamente um papel importante no exército saudita, na época dos primeiros dias do reino de Abdul Aziz Al Saud, fundador da atual dinastia que governa o país. A tribo Utaybah é composta de três principais ramos: os Barga (o maior ramo), os Rwog, e os Banu Saad (filhos de Saad). Cada um desses ramos está dividido entre muitos clãs e famílias.

Os clãs Rwog são os seguintes

Os Talhah incluem: Alasa’adah, Alhufah, Alsumarrah, Alhanateesh, Algharbiah, Alkarashemah, Alddalabehah, Alghawariah, Altheebah, Alhamameed, Alhezman, Almaghaibah, Thoi Zarrag, Alghadhabeen e Alawazem.

Os Mezhem incluem: Thoi Thubait, Alothyan, Alghubaiat, Almarashedah, Aljetha’na, Alseaheen, Thoi A’ali e Thoi A’tyah. Os Bano Saad incluem: os Albatnain, Allessah, Alsurairat e outros.

Ideias para oração

- Adore a Deus, o Senhor do deserto. Leia o Salmo Messiânico 72:1-2. Proclame a soberania de Deus sobre o deserto e sobre a tribo Utaybah. Ore pela revelação do Messias entre eles e por sua salvação. Veja o versículo 9: “Inclinem-se diante deles as tribos do deserto, e os seus inimigos lambam o pó.” Ore por pelo menos um dos cinco subclãs listados acima. Você está entre uma das primeiras pessoas a mencionar os subclãs em oração.

5 de Agosto de 2011 – DIA 5


Buscando a Liberdade

Escrito no início de Março de 2011

Em dezembro de 2010 no primeiro rascunho do manual de oração dos “30 Dias” um artigo sobre as eleições no Egito durante o governo de Mubarak tinha sido incluída. (As eleições eram planejadas para Setembro de 2011). Então aconteceu a Revolução na Tunísia que foi rapidamente seguida pela retirada do Presidente Hosni Mubarak do poder no Egito. No início de Março de 2011 nós preparamos diversas versões do material dos “30 Dias” para impressão. A revolta contra Muammar Qaddafi continua mas o ditador é ainda muito perigoso e determinado. Demonstrações em massa ainda estão acontecendo em muitos países. O mundo muçulmano está em grande turbulência. O Rei Ungido reina no monte de Sião (Veja Salmo 2). Quem sabe como Ele vai guiar o futuro? O desejo por liberdade que os tunisianos, os egípcios, os líbios, os iemenitas e outros têm expressado nos últimos meses está profundamente enraizado no coração humano. Em última instância este desejo só pode ser satisfeito pelo Messias. Ele foi escolhido para reinar sobre os povos da terra com justiça e retidão (Veja Salmo 72 e Daniel 7:13-14). Ele irá sentar e julgar e finalmente corrigir todos os erros (Atos 17:31). A beleza de seu reino justo no novo céu e nova terra será inigualável. (2 Pedro 3:13; Apocalipse 21:1-4)

Ideias para Oração

- Louve o Messias que liberta-nos da culpa e do poder do pecado. Um dia ele irá nos livrar até do presente pecado. O messias nos liberta do poder da morte, nós ressurgiremos em corpos que nunca irão morrer. Ele é oposto a toda corrupção, opressão e injustiça. Ele venceu o maligno e as atitudes, valores e caminhos deste mundo.

- Ore pelo Oriente Médio e Norte da África com respeito aos eventos presentes.

- Muçulmanos reconhecem a Jesus como o Messias sem perceber o que isso significa ou que ele oferece verdadeira liberdade através de sua morte e ressurreição. Ore para que muitos venham a se encontrar com o Messias.

- Ore pela proteção, encorajamento e capacitação dos crentes neste tempo de crise.

6 de Agosto de 2011 – DIA 6


O Povo Kolai do Paquistão

Esteja entre os primeiros a orar por este grupo

Ao norte do Paquistão, na região fronteiriça com a China ao norte, Afeganistão a nordeste e Índia ao leste, tem uma das vistas mais lindas do mundo. A região abriga uma das cinco montanhas mais altas do mundo, e é lá que as tribos nortenhas do Paquistão podem ser encontradas. Totalizando cerca de 410.000 pessoas, os Kolai são uma dessas tribos (ano passado oramos pela tribo Kho). Muitas pessoas nesta região trabalham como fazendeiros e pastores. As tribos do norte estão isoladas por montanhas e fronteiras políticas. Muitos dos Kolai tem diversos problemas de saúde devido à qualidade ruim da água e a má nutrição. Água potável, e o sistema de saneamento básico alcançam menos de 8% da população. Hoje, a grande maioria do povo é muçulmana Sunita (ortodoxos) e alguns também praticam o shamanismo. Eles acreditam que há um mundo invisível de demônios, fadas e espíritos ancestrais, portanto dependem dos shamans para curar os doentes, se comunicar com os espíritos, e controlarem eventos.

Ideias para Oração

- Adore ao Senhor como único verdadeiro libertador do poder do pecado, da morte e dos demônios.

- Proclame a Jesus como o verdadeiro senhor do povo Kolai, suas vilas e cidades.

- Peça ao Senhor para levantar obreiros que possam efetivamente lidar com as significativas forças espirituais que estão trabalhando na área dos Kolai (Marcos 6:13, Atos 10:38)

- Precisa-se de pessoas para ajudar com as questões sanitárias e de nutrição.

Fonte: Frontiers

7 de Agosto de 2011 – DIA 7


Muçulmanos na cidade de Nova Iorque

Deus não levou em conta essa ignorância, mas agora ordena que todos, em todo lugar, se arrependam. Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou. E deu provas disso a todos, ressuscitando-o dentre os mortos. Atos 17:30-31

Em julho de 2010, o mundo todo teve seus olhos voltados para Nova Iorque, nos EUA. Uma nova mesquita estava sendo proposta para ser construída a dois quarteirões do marco zero dos atentados de 11 de setembro em Manhattan. De repente o planeta inteiro ficou ciente de que havia muçulmanos em Nova Iorque. A maioria dos americanos também descobriu, para sua surpresa, que há cerca de 600.000 muçulmanos em Nova Iorque, bem como cerca de 100 mesquitas. Uma mesquita, localizada há quatro quarteirões do marco zero, perdeu diversos de seus membros no famoso ataque terrorista em 2001. Não importa o que as pessoas possam pensar ou sentir sobre muçulmanos construindo uma mesquita próximo ao local do “marco zero”, nós como crentes somos todos chamados para orar pelo cumprimento dos propósitos de Deus entre os Muçulmanos da cidade de Nova Iorque. Ele certamente está chamando muitos muçulmanos para seu Reino eterno. O sangue de Jesus foi derramado por eles. Oremos pelos muçulmanos na região da cidade de Nova Iorque.

Ideias para Oração

- Sonde seu próprio coração em relação ao 11 de setembro. Será que você tem amargura, preconceito ou ira contra muçulmanos em geral por causa deste ataque? (Hebreus 12:15)

- Ore pelas famílias que perderam entes queridos no atentado de 11 de setembro. Ore para que eles possam fazer as pazes com o passado e que estejam prontos para seguirem adiante com suas vidas, abandonando toda a amargura. Deus é o único que pode ajudar as famílias daqueles que sofreram perdas neste evento.

- Ore por membros da comunidade Muçulmana em Nova Iorque que sofreram preconceitos e abusos simplesmente por serem muçulmanos como um resultado dos ataques. Lembre-se que há uma batalha espiritual nos céus pela salvação de muitos Muçulmanos na cidade que ainda estão nas mãos do inimigo. Eles precisam de livramento da culpa e vergonha do pecado, do poder da morte e do temor do maligno. “Pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais” (Efésios 6:12) Proclame Hebreus 2:14 sobre a cidade.

- Ore para que os muçulmanos da região de Nova Iorque descubram a verdade sobre o messias, Jesus através de amizades com crentes, através de intervenções sobrenaturais e rádios, televisões, internet, livros, folhetos, DVDs e pela Bíblia.

- Muitos novos obreiros são necessários. Crentes de toda Nova Iorque são necessários para proclamar as Boas Novas à comunidade Muçulmana.