Hausas PDF Imprimir E-mail

População: 26.000.000.

Distribuição geográfica: Nigéria ao norte e Ní­ger.

Idiomas: Hausa, inglês e outros dialetos.

Religião: Islamismo e animismo.

Situação do cristianismo: 0,1 %

Obreiros cristãos: Entre 15 a 30.

Traduções: Toda a Bí­blia. Há programas de radio.

HISTÓRIA Este povo se estende por todo o oeste africano. Ali o Hausa É a língua oficial. Esta situação foi determinada pela colonização britânica. Seus primeiros contatos com o islamismo se remontam da dinastia dos Mandingas no século XIV e mais tarde pela pregação de Al-Magili. Não obstante, recentemente no século passado a totalidade da população se converteu ao islamismo. Conservam suas crenças nos demônios (bons) que estão nas pessoas possuídas.

SITUAÇÃO POLÍTICA Este grupo étnico tem muita influência na Nigéria. Depois de passarem pela colonização da Grã Bretanha, a Nigéria se tornou independente em 1960. Vem sofrendo golpes de estado, a tensão está concentrada no norte muçulmano sendo o sul cristão. Desde 1985 possuem um governo militar.

ECONOMIA A maioria da população é de granjeiros e vivem em pequenas comunidades rurais. No entanto, o comércio tem muita importância social e psicológica entre eles.  Isto acontece com o comércio trans-sahariano, entre outros povos e paises, como também no comércio interior, onde existem regras em torno do mercado, como em outros países muçulmanos.

CULTURA E EDUCAÇÃO Tal como em outros povos africanos, os hausas tem uma importante tradição oral épica, de onde provém sua história. Ademais, muitos outros grupos falam hausa (ou Hauçã¡, como é conhecida no Brasil) pela importância polí­tica desta língua. Depois do inglês, é a língua mais representada nos tribunais e atos oficiais, assim como é a lí­ngua em que a Nigéria é alfabetizada (existe uma academia de lí­ngua hausa). A escravidão tem sido uma das instituições mais importantes dos hausas e que tem influenciado o desenvolvimento da sociedade.

CONTATO COM O EVANGELHO EM 1932 se completou a tradudão da Bí­blia e há uma quantidade considerável de programas cristãos transmitidos pela rádio. As hostilidades entre muçulmanos e cristãos tornam difí­ceis para a pregação do evangelho. Ainda que existem igrejas locais. Desconhece-se o número de crentes. Entre os hausas há grupos que são realmente pagãos em suas práticas, pelo que o islamismo não está arraigado entre eles.

NECESSIDADES ESPECÍFICAS Neste paí­s há liberdade religiosa. Oremos para que os cristãos verdadeiros possam influenciar a vida do paí­s, já que o islamismo está ganhando adeptos e aumentando cada vez mais seu prestí­gio e influência. Oremos para que os convertidos recebam um bom discipulado e possam afastar-se das práticas de bruxaria, poligamia, discriminação, etc. Clamemos por lí­deres locais e pela unidade da igreja entre os nigerianos.

Árabes Marroquinos | Árabes Tunisianos | Azerbaijão | Bereberes do Atlas | Bereberes do Sul | Cabilenho | Cossacos | Curdos | Fulas | Hausas | Mouros | Nômades Pastorais | Quirguizes | Rifenhos | Saharianos | Tártaros | Tayicos | Tuaregue | Turcomanos | Uigures | Uzbecoz | Wolof