Tártaros PDF Imprimir E-mail

População: 7.000.000.

Área geográfica: Russia e ex-repúblicas soviéticas, Turquia, China, Romênia, etc.

Idioma: Tártaro, com vários dialetos.

Religião: Islamismo, a maioria com uma porcentagem de ortodoxos.

Situação do cristianismo: Mais de 100.000.

Traduções: Evangelhos e Atos.

HISTORIA Há dois grupos principais tártaros, os do Volga e os de Crimeia, com duas línguas diferentes. No século XIII os tártaros entraram na Europa com as hordas de Gengis Khan. Nos séculos XV e XVI o janato de Kazán teve grande importância comercial e econômica, por sua vez fomentou a islamização das margens do Volga. Submetidos aos russos desde o século XVI, o janato de Kazán passou a formar parte da União Soviética até sua recente dissolução.

SITUAÇÃO POLITICA Os tártaros da Crimeia foram deportados para a Ásia central, Kazaj e Siberia debaixo do regime de Stalin, acusados de ajudar aos alemães na guerra. Pelo que diz respeito a Crimêia, na atualidade, a situação polí­tica se mantém cadente e conflitiva pelas lutas raciais entre os tártaros, ucranianos e russos. Os tártaros do Volga se envolveram na polí­tica, como forma de expressar seu nacionalismo islâmico ou turco, formando desde 1990 vários partidos.

ECONOMIA a maior parte dos tártaros se concentra na margem do Volga. Dedicam-se a confecção de tapetes e ao comércio, diferenciando-se de outros grupos muçulmanos russos por sua privilegiada posição econômica, situando-se na classe média influente da república.

CULTURA E EDUCAÇÃO Os tártaros (búlgaros) tem uma ampla cultura escrita e dentro das repúblicas soviéticas sua  classe intelectual é bastante influente. Ao mesmo tempo está consideravelmente influenciada pela Europa. No entanto, boa parte dos tártaros da Crimeia não são capazes de ler ou escrever em sua própria lí­ngua em consequência do exí­lio. Suas atividades são consideráveis entre a república russa, mais, apesar das intensas relações entre ambos, não se praticam casamentos mistos. Os tártaros conservam o islamismo com uma marca de identificação com os russos soviéticos (não podemos esquecer que no século passado e parte do presente, Kazán foi um dos primeiros centros islâmicos de aprendizagem e difusão do islamismo).

CONTATOS COM O EVANGELHO O intento mais frutí­fero da evangelização dos tártaros se encontrou no século XIX, por Nikolai Ilminsky, pioneiro na tradução das Escrituras em tártaro. Atá 1926 havia uns 100.000 convertidos. Entre os tártaros da Sibéria também há crentes.

NECESSIDADES ESPECIFICAS Oremos pelo projeto de tradução de todo o Novo Testamento nos idiomas do Volga e Criméia; pelo iní­cio de um novo programa de rádio em tártaro; e para que os crentes russos sejam motivados a compartilhar o evangelho com eles.

Árabes Marroquinos | Árabes Tunisianos | Azerbaijão | Bereberes do Atlas | Bereberes do Sul | Cabilenho | Cossacos | Curdos | Fulas | Hausas | Mouros | Nômades Pastorais | Quirguizes | Rifenhos | Saharianos | Tártaros | Tayicos | Tuaregue | Turcomanos | Uigures | Uzbecoz | Wolof